sábado, 3 de abril de 2010

Soneto para o meu amor

fiquei inspirado com poemas, então ai está a minha contribuição para todos os casais apaixonados desse mundo.

"vou bater na sua face
arrancar as suas tetas
e cuspir na sua boca

eu sei que você
gosta de uma pica grande
vadia
vou comer o seu alface

se foder vos podei
foder vos eu ia
bela linda bonitona

vou te esmagar
que nem suco de tomate"

7 comentários:

  1. confesso que fiquei com medo desse poema... Stephen King, Vincent Price, Edgar Allan Poe tambem ficariam!

    ResponderExcluir
  2. Caramba!
    Quanta violencia!
    Gostei não!
    Hahahaha
    Beijo(com carinho)
    T I N I N

    ResponderExcluir
  3. Medooooooo Oo
    Mas devo adimitir que é uma completa visão modificada, uma mudança de foco, um inicio de caos...
    vc não tem medo de mostrar o que pensa o que é bom (as vezes não, mas aq sim shuahuhausah)
    Parabens
    bjks
    ╬♥╬

    ResponderExcluir
  4. A impressão que tive foi que VINÍCIUS DE MORAIS ressuscitou e encarnou nesse rapaz. Só que ao avesso...
    Nunca li nada tão liricamente acachapante como esse poema.
    UMA DESCONSTRUÇÃO POÉTICA DO LIRISMO ABSOLUTO!!!
    Esse rapaz tem futuro. Anotem o nome dele. Qualquer dia iremos vê-lo na GNT no programa da Fernanda Young!!!

    ResponderExcluir
  5. e ai , que programa da fernanda young é esse ai ?

    ResponderExcluir
  6. GORE!
    Nojento... com certeza! hehe

    ResponderExcluir
  7. nem é nojento , eu até poderia esplicar verso por verso . mas ai que não teria graça!

    ResponderExcluir